fbpx

Spandau Ballet: 39 anos do álbum True

Mais ou menos no final da década de 70 e início da década de 80 surgiu uma das principais bandas de pop rock do planeta. Assim, 39 anos depois do álbum “True”, conheça a banda Spandau Ballet.

 

Hoje, vamos falar mais sobre a banda, integrantes, e o álbum que comemora seus quase 40 anos. Além disso, por onde andam os integrantes e o que aconteceu com a banda?

 

Se você é fã de bandas antigas e principalmente do gênero pop rock, Spandau Ballet precisa estar nas suas melhores playlists.

 

Como a Spandau Ballet surgiu?

A banda foi criada em 1980 e começou apenas como uma banda de um lugar só, nesse caso, o Blitz Kids. Com isso, acabou atingindo números e lugares jamais pensados.

 

De maneira geral, podemos entender que a Spandau Ballet veio na nova era do pop da Inglaterra, e acabou se tornando um dos principais nomes. Entretanto, não surgiu pelo nome famoso de hoje, mas como The Makers.

 

A primeira formação da banda veio com os irmãos Kemp: Gary Kamp na guitarra e Martin Kemp no baixo. Além disso, ainda integravam o grupo John Keeble na bateria e o vocalista Tony Hadley.

 

Fechando o grupo, Steve Norman entrou como guitarrista ao lado de Gary, mas com algumas mudanças virou saxofonista da banda.

 

O primeiro sucesso da banda foi associado ao local onde tocavam, que era conhecido pela revelação de grandes talentos. Mesmo assim, não foi suficiente para manter o grupo no gênero mais romântico.

 

Assim que assinaram com a Island Records, Spandau Ballet passou a ter o pop como principal gênero. Dessa forma, chegamos ao álbum True de 1983.

 

A partir disso, se iniciaria uma série de sucessos e anos de ouro para a banda.

 

A separação

Como todo grupo musical, a Spandau Ballet passou pelo seu grande momento difícil em 1989, com o fracasso de Heart Like a Sky. Entretanto, diferente de vários outros grupos, acabou culminando na separação da banda.

 

Os irmãos Gary e Martin mudaram completamente de carreira e foram para o cinema, os demais seguiram com a banda.

 

Porém, todos os anos de grupo parecem ter sido esquecidos após o final. Os três integrantes acabaram entrando na justiça para cobrar dos irmãos uma parcela dos direitos das músicas tocadas na época de grupo.

 

Nunca se chegou de fato a um acordo, o que estremeceu ainda mais a relação de todos. Além disso, ao seguir com a banda, Gary Kemp exigiu a retirada do nome, já que também era de seu poder.

 

Assim, o nome escolhido para tentar seguir na música foi simplesmente “Hadley, Keeble e Normam, ex-Spandau Ballet”. Sim, isso mesmo.

 

Como já era de se esperar, acabou não saindo como o esperado. Ademais, nunca mais se comentou sobre os ocorridos na época, e o grupo se afastou por completo.

 

O reencontro

Em 2008 se iniciaram alguns boatos de possível volta e reencontro, mas não foram alimentados pelos integrantes. Mesmo assim, ainda no começo do ano seguinte, a notícia que os fãs esperavam chegou.

 

Tony Hadley, vocalista da época, confirmou que a banda voltaria ainda em 2009. Assim, foi o que aconteceu em outubro, com uma turnê mundial passando por cinco países:

  • Inglaterra
  • bélgica
  • Holanda
  • Alemanha
  • Irlanda

A turnê durou alguns meses e, ainda no mesmo mês, a banda lançou Once More, com músicas inéditas e outras regravações de grandes clássicos.

 

O grande marco da volta foi o dvd The Reformation Tour, que cravou a volta do grupo. Entretanto, em 2017, foi Tony Hadley quem desistiu da banda e anunciou sua saída.

 

Com o tempo, a banda foi diminuindo o ritmo e acabou encerrando em 2019, em definitivo. Mesmo assim, não dá pra ignorar a trajetória e a importância do grupo para o pop rock britânico, principalmente com a

 

39 anos do álbum True

Terceiro álbum do grupo Spandau Ballet, True foi o grande divisor de águas da carreira da banda. Assim, lançado em 4 de março de 1983, atingiu todos os recordes possíveis.

 

O lançamento se fez pela gravadora Chrysalis Records, e claramente puxava a banda para o lado mais soul da música. Quanto aos marcos atingidos, podemos citar:

 

  • Número 1 no UK Albums Chart
  • 19 na Billboard 200 dos Estados Unidos
  • Single no top 1 da UK Singles Charts e Billboard hot 100 dos Estados Unidos
  • Primeiro álbum gravado fora de Londres

 

Quando o álbum fez 20 anos no ano de 2003, relançaram a música em formato remasterizado para comemoração. Além disso, em 2008 o Jornal Daily Mail ofereceu vários CDS gratuitamente.

 

True foi responsável por de fato levar a Spandau Ballet para o mundo inteiro ouvir, sendo antes um sucesso muito grande apenas na Inglaterra. Assim, virou a grande queridinha do grupo exatamente por todo o retorno que trouxe.

 

Até o momento, é impossível encontrar um álbum mais marcante da carreira do grupo, e principalmente encontrar um mais rentável tanto de títulos quanto de retorno financeiro. De maneira geral, foi o grande responsável pela manutenção do grupo por muito tempo.

 

Na verdade, há quem diga que todo o barulho feito em True acabou prejudicando os lançamentos seguintes, já que se esperava algo igual ou melhor. De todo modo, ficou marcada como o grande álbum da carreira.

 

Composição

O disco original era composto de 8 músicas e todas elas vieram da caneta de Gary Kemp, o que explica toda a discussão por direito autorais no futuro. Dessa forma, as oito faixas que o compõe são:

 

  • Pleasure
  • Communication
  • Code of Love
  • Gold
  • Lifeline
  • Heave Is a Secret
  • Foundation
  • True

 

Em 2010, no disco relançado, foram 14 faixas, sendo versões repetidas do disco anterior e o acréscimo de novas músicas, como:

  • Code of Love
  • The Freeze
  • Glow
  • Heaven is a secret nova versão

 

Independente da versão utilizada, a verdade é que True marcou época e desde o seu lançamento era pedido obrigatório nos shows e discos. Por isso, acabou se tornando a principal faixa da banda até hoje.

 

 

Fã de Spandau Ballet? Peça uma das suas músicas aqui na nossa rádio e ajude a divulgar seus artistas preferidos. Assim, ela pode entrar no ranking das mais pedidas. Clique aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.