fbpx

Pink Floyd volta depois de 28 anos para protesto

Pink Floyd volta depois de 28 anos para protesto

 

A guerra no Leste Europeu entre Rússia e Ucrânia mobilizou grandes astros para pedir por paz. Entre eles, o grupo Pink Floyd.

 

O grupo de rock britânico fez uma parceria com Andriy Khlycnyuk, cantor ucraniano. Assim, o resultado foi um clipe que gritou por protestos do início ao fim.

 

A principal motivação do clipe está em apresentar cenas reais da guerra, e principalmente dos protestos. Nesse caso, prestar todo o apoio à Ucrânia e principalmente a sua população.

 

Batizada de “Hey Hey Rise Up”, a canção foi tida pensada por Andriy, sendo o próprio a realizar a introdução da mesma. Além disso, a capa do single também traz referências.

 

Na capa, temos o girassol, considerada a flor nacional do país, e traz uma referência direta para vídeos virais da guerra. Por conta disso, deixa claro que a música não deve ser interpretada de outra maneira:

 

É um protesto.

 

Assim, acabou se tornando um dos mais emblemáticos desde o início da guerra, e muito pela presença do grupo Pink Floyd. Afinal, o clipe já está com mais de 2 milhões de views no YouTube.

 

Além disso, mesmo sendo lançada a poucos dias, já está no topo dos vídeos mais vistos na plataforma.

 

Pink Floyd de volta ao cenário musical

O nome por si só da banda já iria trazer um cenário de novidade e de calor para os fãs. Entretanto, tudo ficou ainda mais forte depois de lembrar o tempo que o grupo estava parado.

 

O último álbum inédito da banda de rock foi em 1994, com o “The Division Bell”. Desde então, a banda tem se mantido reclusa e sem novos trabalhos.

 

Todo o trabalho para essa canção foi feito por meio do guitarrista da banda, David Gilmour.

 

 

Fã de Pink Floyd? Peça a canção aqui na nossa rádio e ajude a divulgar seus artistas preferidos. Assim, ela pode entrar no ranking das mais pedidas. Clique aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.