‘emails i can’t send’ novo álbum da Sabrina Carpenter

Abrindo os trabalhos para um verão inesquecível no hemisfério norte, Sabrina Carpenter lança seu novo álbum “emails i can’t send” e não tem como não se apaixonar por ele!

O álbum faz a crônica das transformações de Sabrina em composições super pessoais e interpretações apaixonadas e poderosas que a gente adora.

Na faixa homônima “emails i can’t send”, Sabrina compartilha seu passado, na perspectiva de uma filha que descobriu que seu pai teve um caso. A letra mostra de uma forma bonita, mas trágica, a dor, a decepção e a falta de confiança que surgiram dessa situação, sobre sons suaves de piano.

Sabrina primeiro provocou a música em seu Instagram e revelou que serviria como faixa introdutória. Ela, mais tarde, contou ao Spotify Storyline sobre a inspiração por trás da faixa, afirmando:

A música que inspirou o disco. Alguém que eu olhei para me decepcionar e isso mudou a maneira como eu amo e recebo amor.”

Confira a faixa “because i liked a boy” que já e um sucesso no Youtube.

Confira a tradução de “emails i can’t send”,

São tempos como estes, gostaria de ter uma máquina do tempo
Para poder ver o que você fez 13 de outubro
Às 10:15, você estava mesmo dormindo?
Você estava mentindo para mim e para a família?

Não há nós em nós quando estou sem confiança
Você quer discutir, ugh, você me enoja
Não me faça xingar você, por que você me decepcionou?
Não peça desculpas agora

E graças a você, eu, eu não consigo amar direito
Eu pego caras legais e os vilipendi Lendo os
textos deles como se eles estivessem transando agora
Com medo de descobrir que é verdade

E se eu fizer isso, então eu culpo você
Por cada pior que eu assumo
Quando eu tiver 45 anos, alguém me chama de esposa
E ele fode nossas vidas em uma noite egoísta
Não pense que eu vou encontrar perdão tão rápido quanto mamãe fez
E , Deus, eu te amo, mas você é um idiota

Por favor, conserte isso
porque você era tudo que eu admirava
Agora eu não posso nem olhar para você

(Quero dizer, como eles dizem em Chicago)
(Ele tinha que vir)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Receba nossos conteúdos primeiro com notificações.    OK Não, obrigado