Música em Pauta

Clássico do Studio Ghibli inspira canção de Billie Eilish: Saiba tudo sobre Chihiro

Espalhe música por aí

Introdução

Sendo uma das vozes mais populares dos últimos anos, Billie Eilish já mostrou que veio para ficar e deixar sua marca no mundo da música. A cantora já prometia ser um sucesso ainda na adolescência, alcançando o top 10 em quatro países diferentes no lançamento de seu primeiro single ainda em 2017, possuindo oito singles de ouro e quatro de platina, sete Grammy Awards, três MTV Video Music Awards, dezesseis Guinness World Records e dois American Music Awards além de já ter conquistado o prêmio Oscar de Melhor Canção Original com a canção What Was I Made For?, tema do filme Barbie (2023), o qual ela cantou ao lado do cantor e compositor Finneas O’Connell. Prestes a completar 23 anos ainda em 2024, a artista já possui uma verdadeira coleção de prêmios e um talento excepcional. Além disso, ela foi eleita em 2022 uma das 100 mulheres mais inspiradoras e influentes do mundo.

Publicidade

 

Sucesso após ”Barbie”

Após o single original do filme de Greta Gerwig que foi sucesso no mundo inteiro, Billie ganhou uma nova legião de fãs e posteriormente lançou novos hits, e um dos seus destaques foi a canção Chihiro. Em 2019, em uma entrevista, a cantora explicou que A Viagem de Chihiro (2001) era um de seus filmes preferidos e que tinha um enorme valor sentimental por ele, e por sinal, este clássico do Studio Ghibli inspira o título da música com a personagem-título do filme. Do mesmo estúdio que lançou clássicos como Meu Amigo Totoro, O Serviço de Entregas da Kiki, As Memórias de Marnie e outros, A Viagem de Chihiro conta a história de uma garota de dez anos que está se mudando para outra cidade com sua família; a família então se vê presa em um vilarejo aparentemente abandonado e são enfeitiçados por uma bruxa, e com a ajuda de um novo amigo, Chihiro precisa salvar sua família antes do anoitecer caso queira continuar sendo livre.

Fonte: Divulgação/Youtube
Trailer Oficial English/Spirited Away

O clássico também apresentou ao público personagens que foram imortalizados pelo estúdio, como o famoso Sem-Rosto, além de Haku, o novo amigo de Chihiro. O filme foi tão aclamado que ganhou cerca de trinta e cinco prêmios, incluindo o Oscar de Melhor Animação no ano de 2001; atualmente, sua mais recente obra O Menino e a Garça conquistou o mesmo prêmio que nossa aventureira em sua jornada espiritual conquistou há exatos 23 anos atrás.

Fonte: Divulgação/Youtube
Vídeo de premiação Oscar 2001 / Hayao Miyazaki

 

Referência à obra de Miyazaki em Billie Eilish

Na canção, Billie faz claras referências à obra de Miyazaki, como citar implicitamente os personagens Sem-Rosto à medida que a canção passa de uma narrativa calma e silenciosa para uma luta para tentar satisfazer seus desejos e ganâncias e também Haku quando ela diz na música que ele disse que nunca iria esquecer seu nome, não importa quantos dias passem, além também dos pais de nossa protagonista, que se transformam em porcos depois de comerem comidas enfeitiçadas.

Na música, a cantora encarna o papel de Chihiro por estar passando por uma jornada de autodescoberta e estar disposta a enfrentar os maiores desafios e dilemas para salvar e proteger aqueles que ela tanto ama. Em uma entrevista à revista Rolling Stone, Billie diz que a letra da nova música é uma mistura entre as vivências de Chihiro no filme com as experiências da própria cantora, embora os fãs ainda tentem desvendar o verdadeiro significado por trás da letra do single, pois a música gerou diferentes perspectivas no ponto de vista dos seguidores de Eilish. As homenagens da cantora ao filme são evidentes conforme ela vai recriando cenas icônicas do metragem em sua música, além de evidenciar o apreço e fascínio que Billie possui pela cultura japonesa. Com um clipe modesto e uma melodia cativante, os fãs vão se alegrar com essa experiência de juntar duas formas de arte diferentes unidas em uma proporção que fascina e emociona em todos os sentidos. De acordo com Billie, a música, presente em seu álbum lançado recentemente em maio de 2024 intitulado Hit Me Hard and Soft, volta às raízes musicais da cantora, que começou sua carreira em 2015, ainda aos 14 anos de idade, pois volta a explorar emoções, sensações e estilos que a consagraram como uma estrela global, e encontrou neste álbum um meio de agradecer por ser a pessoa que ela é atualmente.

“A música é vagamente baseada naquele filme, que é um dos meus favoritos,” disse ela ao site. “É meio que do ponto de vista dela, misturado com o meu. Os visuais desse filme são alguns dos melhores de todos os tempos – toda aquela loucura do Studio Ghibli é inacreditável. Há todas aquelas imagens do trem na água após a enchente e literalmente parece um oceano com trilhos de trem. Eu tinha acabado de assistir A Viagem de Chihiro e Finneas [seu irmão] fez aquela batida [da música]. Eu amo esse filme. Já vi inúmeras vezes.” 

Billie Eilish fala sobre A Viagem de Chihiro em entrevista à Rolling Stone

Mas a canção vai muito além do filme de fantasia: Chihiro também explora os relacionamentos conturbados, quando a própria narradora se encontra em dúvida sobre se o amor que ela sente pela pessoa amada seria o mesmo se ela retornasse ao lugar onde tudo começou, o que pode ser uma metáfora a uma distância geográfica ou representar um afastamento pessoal. Assim como o filme, Billie se utiliza de metáforas surrealistas para prender os fãs em seu carisma homenageando uma obra audiovisual que é muito importante para ela e que causou um enorme impacto em sua perspectiva de vida, já que o Studio Ghibli se tornou conhecido por misturar animação com mitologia e cultura japonesa, além de demonstrar personagens em suas próprias jornadas por autodescoberta e conhecimento, vindo a amadurecer durante o percurso.  A própria Billie diz que se identifica muito com Chihiro, vendo na personagem a determinação e ao mesmo tempo, a fragilidade que a cantora encontra nela mesma.

A obra de Miyazaki também possui algumas semelhanças e comparações com algumas histórias infantis, como Alice no País das Maravilhas e Pinóquio. O filme também critica a moderna geração japonesa e sua luta para romper com o tradicional e o conflito de gerações, já que em nossa sociedade contemporânea, muitos adotam o ‘’estilo moderno de ser’’ e outra parte continua vivendo ‘’o bom e velho tradicional’’, como visto em alguns costumes de diferentes culturas; além disso, Chihiro é vista para representar as mudanças do gênero Shoujo drasticamente mudadas depois da Segunda Guerra Mundial, já que agora, nossa protagonista tenta resgatar sua identidade passada, o mesmo que o Japão tentava fazer em meio ao declínio econômico que o país vivia quando o filme foi feito.

Apesar do carisma com a nova canção, o álbum de Billie Eilish que contém a música de Chihiro possui uma avaliação total de 6.8 pontos de acordo com o website de críticas estadunidense Pitchfork Media. Além do mais, houve rumores de que supostamente o Studio Ghibli, realizador do anime homenageado por Billie, estaria envolvido na criação do videoclipe da música, embora nada tivesse confirmado essa participação e colaboração, o que deixa os fãs ainda mais curiosos para descobrir se Chihiro possui um significado mais profundo que o existente na letra. Talvez seja preciso uma verdadeira jornada espiritual como a proposta do Miyazaki para entender o sentido por trás de cada palavra.

Para aqueles que não conhecem, A Viagem de Chihiro está disponível no streaming da Netflix dublado e legendado, agora para quem já assistiu ao anime, com certeza essa canção vai te emocionar a todo momento. Caso você não teve contato com nenhum dos dois, é uma experiência que vale a pena ser vivida.

Fonte: Divulgação/Youtube
Chihiro/Billie Eilish
Spirited Away Oficial Trailer

“Quero que meus fãs sintam a mesma magia e emoção que senti ao assistir A Viagem de Chihiro. Essa música é um tributo à beleza e ao poder dessa história incrível”, disse Billie em outra entrevista.

 


Espalhe música por aí
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


         

Clique no banner e baixe nosso app

Você não pode copiar o conteúdo desta página

Podcast de ‘We’ve Got Tonight’ de Kenny Rogers e Sheena Easton Lembra da banda New Radicals? Por onde anda Vanessa Carlton? Coldplay, a revolução do rock alternativo Quem ér Harry Styles Quem é Lizzo? “Nothing is Lost” trilha do filme “Avatar: The Way of Water” FLO lança o single ‘Losing You’ Ringo Starr lança novo vídeo Tony Gordon lança álbum maravilhoso, “Black and White” PG Roxette lança “Pop-Up Dynamo!” Rihanna lança ‘Lift Me Up’, single da trilha sonora de Pantera Negra 2 Suricato lança álbum “Marshmallow Flor de Sal” Charlie Puth lança álbum ‘Charlie’ Vianney lança a faixa ‘Call on me’ com Ed Sheeran Aqua comemora 25 anos do álbum ‘Aquarium’ Shown Mendes libera ‘Heartbeat’ Após um hiato de 5 anos Paramore está de volta com novo single ‘This Is Why’ Bruce Springsteen anuncia novo álbum de covers “Only The Strong Survive” Joss Stone lança single de seu primeiro álbum natalino, ouça ‘What Christmas Means to Me’