fbpx

Stranger Things: A retomada de Kate Bush ao sucesso

A cantora britânica Kate Bush voltou a ser assunto 44 anos depois de seu auge, na década de 1970.

A grande responsável por isso foi a música “Running up that hill (A deal with God)“, do álbum “Hounds of Love” que foi trilha sonora de uma das cenas mais incríveis da série estouradíssima “Stranger Things”, da Netflix.

O sucesso da música em “Stranger Things”

A comoção em volta da música levou a faixa a ficar entre as 200 músicas mais tocadas em todo o mundo no Spotify. A música também foi a mais tocada no iTunes no fim de semana de estreia dos novos episódios de “Stranger Things”, e atingiu o 2º lugar na parada americana do Spotify.

Além disso, tem sido muito utilizada como áudio nos vídeos do app TikTok por se tratar de uma música viralizada.

Além de “Running up that hill”, Kate colecionou sucessos como a música “Wuthering Heights” inspirado no romance de Emily Bronte “O Morro dos Ventos Uivantes”, de 1846.

Outros sucessos atemporais de Kate Bush

“Wuthering Heights” foi lançada em 1978, no álbum “The Kick Inside“ e desbancou hits da época como “Dancing Queen” do Abba, ficando em primeiro lugar nas paradas de sucesso do Reino Unido. O detalhe é que a cantora Kate Bush foi “apadrinhada” por nada mais, nada menos do que Dave Gilmour, do Pink Floyd, verdadeiro responsável pelo contrato da cantora com a gravadora EMI.

Os vocais líricos e o som lisérgico de Kate Bush trazem a clara influência de Fleetwood Mac, banda anglo-americana de rock da década de 1960. Outras faixas da cantora que merecem sua atenção são “Them Heavy People”, também do álbum  “The Kick Inside“ e “Babooshka” do álbum “Never for ever”.


Kate Bush está recolhida desde 2014, quando fez sua última turnê. Mas diante da visibilidade que recebeu nos últimos dias pelas redes sociais por causa da trilha da série de grande sucesso, ela fez questão de agradecer aos fãs, por meio de seu site oficial.

A canção embalou o quarto episódio da nova temporada de “Stranger Things”, na cena em que a personagem Max (Sadie Sink) levita num transe à caminho da morte enquanto a música diz: “E se ao menos eu pudesse, eu faria um acordo com Deus. E o convenceria a trocar nossos lugares. Estaria percorrendo aquela estrada, estaria subindo aquela colina”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.