Música em Pauta

Por onde anda Tracy Chapman, dona dos clássicos “Baby Can I Hold You?” e “Fast Car”?

Espalhe música por aí

Enquanto você faz sua leitura, que tal ouvir a nossa programação com músicas selecionadas especialmente para você? É só clicar aqui.

Publicidade

 

Atualizado em 23/02/2024

A década de ouro dos anos 80 e até mesmo os anos 90 trouxeram artistas que são referências até nos dias de hoje, seja pelas melodias contagiosas ou pelas letras inspiradoras, dentre eles, esse período nos presenteou com a Tracy Chapman.

A Tracy Chapman foi e ainda é uma artista com uma visão além do seu tempo, eis que desde a década dos anos de 80 ela abordava em suas canções sobre a violência contra a mulher, além de pautas sobre racismo e injustiças sociais.

Se você é amante de música, principalmente daquelas em que a letra trata sobre assuntos importantes, esse artigo é o ideal para você, pois vamos conversar sobre a Tracy Chapman e por onde ela anda hoje em dia.

Quem é Tracy Chapman?

A nossa ilustre Tracy Chapman é uma musicista nascida em 30 de março de 1964 que tinha como preferência para suas canções os gêneros folk, blues, soul e pop rock.

Sua trajetória começa humilde, com apresentações nas ruas e em cafés enquanto ainda terminava seu ensino superior, onde conseguiu um contrato com a gravadora SBK Records, iniciando assim sua jornada profissional junto à música.

Seu álbum de estreia foi chamado de “Tracy Chapman” e foi lançado em 1988 e os críticos não tiveram outra alternativa a não ser aclamarem a sua primeira discografia que foi impecável.

Primeiro sucesso de Tracy Chapman

O álbum de estreia autointitulado “Tracy Chapman” foi aclamado e um sucesso, pois somente nessa discografia, a nossa querida Tracy nos agraciou com dois dos seus maiores singles: Fast Car e “Baby Can I Hold You”.

Com o lançamento desse álbum, ela foi consagrada com nada mais do que 3 prêmios do Grammy, nas categorias de Artista Revelação, Gravação de Folk Contemporâneo e Performance Vocal Pop Feminina, sendo essa última por “Fast Car”.

Além de ter ganhado esses 3 prêmios, ela também foi indicada a mais três categorias no Grammy como Álbum do Ano e Gravação do Ano e Canção do Ano pela música “Fast Car”, bem como teve 2 prêmios do BRIT Awards e 1 pelo American Music Awards.

Por que Fast Car fez tanto sucesso?

A Tracy Chapman, como dito no início, foi uma cantora que abordou muitas pautas importantes, bem como a injustiça social relacionado à pobreza, seu primeiro single chamado “Fast Car” mostra exatamente isso.

Sua canção mostra um casal que tenta fugir da pobreza e melhorar de vida, fugindo de um pai alcoólatra, acreditando que as coisas vão melhorar. Nos últimos versos, a letra mostra que as coisas não melhoram e que o protagonista se tornou alcoólatra como o pai.

A letra da música embora seja lindíssima e com mais ensinamentos do que abordamos nesse texto, só se tornou um sucesso quando a Tracy Chapman a cantou na homenagem feita ao Nelson Mandela pelos seus 70 anos.

Canções que abordavam temas importantes

O primeiro álbum de Tracy Chapman trouxe sucessos como “Fast Car” e “Baby Can I Hold You?”, com uma temática mais romântica, no entanto, ele também continha outras músicas que abordavam pautas importantes. Vejamos:

  • “Talkin’ Bout A Revolution” – denunciava a questão social da época dos anos 80;
  • “Across the Lines” – falava sobre a violência sofrida pelas pessoas negras;
  • “Behind The Wall” – abordou sobre a violência doméstica contra a mulher;
  • Why?” – questionava sobre os problemas relacionados a fome mundial

A Tracy Chapman foi – e ainda é – uma artista impecável e quase todas as suas músicas tratavam sobre questões sociais importantes, fazendo diversas denúncias de abusos e injustiças. As descritas acima são apenas algumas.

Se não se lembra de FAST CAR, veja o video clip para se lembrar.

Recorde o passado com BABY I CAN HOLD YOU …

O que aconteceu após a discografia de estreia?

Após o sucesso do seu primeiro álbum, Tracy Chapman continuou sua trajetória na música por muitos anos, lançando mais 7 álbuns:

  • Crossroads em 1989;
  • Matters of the Heart em 1992;
  • New Beginning em 1995;
  • Telling Stories em 2000;
  • Let It Rain em 2002;
  • Where You Live em 2005; e,
  • Our Bright Future em

A canção chamada “Give Me One Reason” do álbum “New Beginning” lhe rendeu mais um Grammy na categoria de melhor canção de rock, consagrando ainda mais sua carreira, no entanto, para nossa tristeza seu último álbum foi lançado em 2008.

Afinal, por onde anda Tracy Chapman?

Após o lançamento do seu último álbum chamado “Our Bright Future” no ano de 2008 em comemoração ao aniversário de 20 anos de sua carreira, a nossa querida Tracy Chapman não lançou mais nenhuma discografia, deixando seus fãs com gostinho de quero mais.

A última aparição de Tracy Chapman foi no programa de televisão norte americano chamado Late Show apresentado por David Letterman em 2015 onde ela tocou uma versão de “Stand by Me”.

Atualmente, não temos qualquer notícia de uma volta ao mundo das músicas ou qualquer apresentação para matar a saudade dos fãs, pois a brilhante Tracy Chapman prefere uma vida fora dos holofotes e sempre foi altamente reservada.

De acordo com o site “About Tracy Chapman“, a artista ainda está no ramo da música, mas não muito ativa ultimamente. O último álbum com canções originais foi Our Bright Future, em 2008 . Em 2015 ela lançou uma coletânea de grandes sucessos e nos disse em uma entrevista para fãs que ainda não havia se aposentado: “ Eu amo fazer música e o plano é continuar fazendo o que estou fazendo. Houve muitas perguntas sobre um novo disco de estúdio e uma nova turnê, no momento não há planos para nenhum dos dois, mas se isso mudar, avisaremos. ”

Ela tem lutado para aproveitar o tempo aos olhos do público. Em entrevista concedida ao Irish Time em 2015 , ela disse: “ Estar sob os olhos do público e sob o brilho dos holofotes foi, e ainda é, até certo ponto, desconfortável para mim, mas existem algumas maneiras pelas quais tudo que aconteceu na minha vida me preparou para esta carreira. Mas eu sou um pouco tímido. (…) Eu tenho essa personalidade um pouco reservada, e que nunca tinha procurado muito os holofotes. Isso fez de mim talvez não a pessoa ideal para este trabalho. ”

Curiosidades sobre Tracy Chapman

Enquanto não temos qualquer movimentação por parte de Tracy Chapman quanto a volta a música ou quem sabe uma apresentação para matar a saudade, vamos te mostrar algumas curiosidades sobre ela:

  • Ela é formada em Antropologia e sua especialização foi sobre o continente africano;
  • A Universidade Tufts deu a ela o título de doutora honoris causa em Belas-Artes;
  • Em 2021 ela recebeu da cantora Nicki Minaj uma quantia de 450 mil dólares após dessa usar um trecho da sua canção “Baby Can I Hold You” na música “Sorry” sem sua devida autorização;
  • A famosa canção “Baby Can I Hold You” foi tema da novela Vale Tudo, especificamente do casal Raquel e Ivan, interpretados por Regina Duarte e Antônio Fagundes;
  • A canção “Fast Car” foi regravada por Jonas Blue juntamente com Dakota em 2016.

Apresentação no Grammy Awards 2024

A cantora e compositora Tracy Chapman, conhecida por seu hit de 1988 “Fast Car”, fez um retorno triunfante ao palco na cerimônia do Grammy 2024, realizada na Crypto Arena de Los Angeles, nos Estados Unidos, na noite de domingo (04). Chapman se apresentou ao lado do cantor country Luke Combs, marcando sua primeira aparição em um palco desde 2012.

Chapman, que anteriormente havia se apresentado no John F. Kennedy Center em Washington em 2012, e feito apenas duas aparições na TV americana desde então, surpreendeu o público com sua performance emocionante.

A nova versão de “Fast Car”, interpretada por Combs, alcançou o topo das paradas Hot Country Songs e Country Airplay em 2023. Isso fez de Chapman a primeira mulher negra a ter uma canção country número 1 com uma composição solo. Além disso, a regravação rendeu a Chapman o prêmio de “Canção do Ano” no Country Music Association Awards, tornando-a a primeira compositora negra a receber tal honraria nos 56 anos de história do prêmio.

A nova versão de “Fast Car” também foi indicada para “Melhor Performance Country Solo” no Grammy deste ano, embora a categoria tenha sido vencida por Chris Stapleton com “White Horse”.

O retorno de Chapman aos palcos e seu sucesso contínuo nas paradas de música country são um testemunho de seu talento duradouro e influência na indústria da música. Veja o vídeo:

Gostou de saber sobre a trajetória de Tracy Chapman e quer saber mais sobre música? Sintonize na Rádio Social Plus Brasil – Online – Ao Vivo. Sinta, ouça e compartilhe!


Espalhe música por aí
Publicidade
Publicidade
Publicidade

3 thoughts on “Por onde anda Tracy Chapman, dona dos clássicos “Baby Can I Hold You?” e “Fast Car”?

  • Marizete

    Gostaria, muito de ainda vê a Tracy Chapman, lançando novos álbuns. Mais, que pena, que ela parou. Eu sou uma grandíssima, admiradora dela. Principalmente, pela sensibilidade, que ela tem nas letras, das músicas dela. Vejo ela, uma perfeição de inteligência.!!! Volta Tracy! Ou então, fã alguma live, para os fãs matarem a saudade !!! Abraços e beijos.

    Resposta
  • Octavio Machado

    O título da matéria: por onde anda Tracy Chapman?
    Ao clicar, você vê a resposta: não sabemos por onde anda Tracy Chapman.

    Enquanto isso, o jornalismo sangra.

    Resposta
    • Cleber Almeida

      Olá!! Tudo bem? Obrigado pelo comentário.
      Fizemos uma pesquisa profunda sobre a artista, as informações são de que ela não quer estar de volta aos palcos no momento. Fizemos uma atualização no post com essas informações:

      De acordo com o site "About Tracy Chapman", a artista ainda está no ramo da música, mas não muito ativa ultimamente. O último álbum com canções originais foi Our Bright Future, em 2008 . Em 2015 ela lançou uma coletânea de grandes sucessos e nos disse em uma entrevista para fãs que ainda não havia se aposentado: “ Eu amo fazer música e o plano é continuar fazendo o que estou fazendo. Houve muitas perguntas sobre um novo disco de estúdio e uma nova turnê, no momento não há planos para nenhum dos dois, mas se isso mudar, avisaremos. ”

      Ela tem lutado para aproveitar o tempo aos olhos do público. Em entrevista concedida ao Irish Time em 2015 , ela disse: “ Estar sob os olhos do público e sob o brilho dos holofotes foi, e ainda é, até certo ponto, desconfortável para mim, mas existem algumas maneiras pelas quais tudo que aconteceu na minha vida me preparou para esta carreira. Mas eu sou um pouco tímido. (…) Eu tenho essa personalidade um pouco reservada, e que nunca tinha procurado muito os holofotes. Isso fez de mim talvez não a pessoa ideal para este trabalho. ”

      Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


TOCANDO AGORA NA RÁDIO SOCIAL PLUS BRASIL:

Você não pode copiar o conteúdo desta página

Podcast de ‘We’ve Got Tonight’ de Kenny Rogers e Sheena Easton Lembra da banda New Radicals? Por onde anda Vanessa Carlton? Coldplay, a revolução do rock alternativo Quem ér Harry Styles Quem é Lizzo? “Nothing is Lost” trilha do filme “Avatar: The Way of Water” FLO lança o single ‘Losing You’ Ringo Starr lança novo vídeo Tony Gordon lança álbum maravilhoso, “Black and White” PG Roxette lança “Pop-Up Dynamo!” Rihanna lança ‘Lift Me Up’, single da trilha sonora de Pantera Negra 2 Suricato lança álbum “Marshmallow Flor de Sal” Charlie Puth lança álbum ‘Charlie’ Vianney lança a faixa ‘Call on me’ com Ed Sheeran Aqua comemora 25 anos do álbum ‘Aquarium’ Shown Mendes libera ‘Heartbeat’ Após um hiato de 5 anos Paramore está de volta com novo single ‘This Is Why’ Bruce Springsteen anuncia novo álbum de covers “Only The Strong Survive” Joss Stone lança single de seu primeiro álbum natalino, ouça ‘What Christmas Means to Me’